sexta-feira, 30 de dezembro de 2011


E mais um ano está chegando ao fim, claro não poderia deixar de escrever sobre meu balanço anual, fiz muitos planos para 2011 e fazendo meu levantamento estou surpresa a notar que consegui cumprir com quase todos eles, então vamos lá:

* Vivi novas experiências com Deus e pude conhecer e me achegar mais a Ele;
* Fui perdoada e perdoei;
* Eu amei e fui amada;
* Fiz novos amigos e pude fortalecer as amizades antigas;
* Eu pude ajudar meu próximo de muitas maneiras;
* Conheci novos lugares;
* Consegui perder 12% do peso inicial que apresentava em Janeiro/11 estou vestindo o mesmo número de quando tinha 20 anos (essa me levou no céu...hehehe);
* Consegui o emprego e o salário que já a muitos anos sonhava;
* Li muitos Livros que me arrebataram;
* Aprendi muitas coisas novas;
* Fui muitas vezes no cinema e comi em restaurantes maravilhosos;
* Tive boas e agradáveis surpresas;

Claro que em 2011 não foram só flores, passei por muitas coisas que pensei que não fosse conseguir superar e vencer; chorei litros de lágrimas que equivalem a 3 anos de choro acumulado; me decepcionei; senti saudades; ouvi "NÃO" com um frequência incrível, me odiei por não conseguir o que queria em alguns momentos; me frustrei; magoei pessoas queridas e tantas outras coisas ruins; mas, tudo contribuiu, como diz o versículo abaixo:

"Porque em esperança fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará? Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.
E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.
E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos. E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Rom. 8:24-28 "


2011 foi um ano de mudanças e entrarei 2012 com essa palavra no meu coração: 

"Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam. I Cor. 2:9"

Então concluo esse pequeno post com algumas palavras que disse em 2010: "Que nesse ano, todos sejam bem sucedidos em tudo que fizerem, que sobre saúde, que abunde força e que o amor esteja presente em todos os momentos. Desejo que sejamos bem sucedidos em tudo porque não a nada melhor que a satisfação de fazer algo bem feito, que abunde força porque nos momentos de dificuldades ela não pode faltar, temos que nos levantar depois da queda, que sobre saúde porque o melhor é sempre tê-la em excesso e o amor presente, porque tudo feito e acompanhado pelo amor se torna muito mais charmoso e atraente!".

FELIZ ANO NOVO! 

Que venha 2012!!


Strip-Tease

Chegou no apartamento dele por volta das seis da tarde e sentia um nervosismo fora do comum. Antes de entrar, pensou mais uma vez no que estava por fazer. Seria sua primeira vez. Já havia roído as unhas de ambas as mãos. Não podia mais voltar atrás. Tocou a campainha e ele, ansioso do outro lado da porta, não levou mais do que dois segundos para atender.

Ele perguntou se ela queria beber alguma coisa, ela não quis. Ele perguntou se ela queria sentar, ela recusou. Ele perguntou o que poderia fazer por ela. A resposta: sem preliminares. Quero que você me escute, simplesmente.
Então ela começou a se despir como nunca havia feito antes.

Primeiro tirou a máscara: "Eu tenho feito de conta que você não me interessa muito, mas não é verdade. Você é a pessoa mais especial que já conheci. Não por ser bonito ou por pensar como eu sobre tantas coisas, mas por algo maior e mais profundo do que aparência e afinidade. Ser correspondida é o que menos me importa no momento: preciso dizer o que sinto".

Então ela desfez-se da arrogância: "Nem sei com que pernas cheguei até sua casa, achei que não teria coragem. Mas agora que estou aqui, preciso que você saiba que cada música que toca é com você que ouço, cada palavra que leio é com você que reparto, cada deslumbramento que tenho é com você que sinto. Você está entranhado no que sou, virou parte da minha história."

Era o pudor sendo desabotoado: "Eu beijo espelhos, abraço almofadas, faço carinho em mim mesma tendo você no pensamento, e mesmo quando as coisas que faço são menos importantes, como ler uma revista ou lavar uma meia, é em sua companhia que estou".

Retirava o medo: "Eu não sou melhor ou pior do que ninguém, sou apenas alguém que está aprendendo a lidar com o amor, sinto que ele existe, sinto que é forte e sinto que é aquilo que todos procuram. Encontrei".

Por fim, a última peça caía, deixando-a nua
"Eu gostaria de viver com você, mas não foi por isso que vim. A intenção é unicamente deixá-lo saber que é amado e deixá-lo pensar a respeito, que amor não é coisa que se retribua de imediato, apenas para ser gentil. Se um dia eu for amada do mesmo modo por você, me avise que eu volto, e a gente recomeça de onde parou, paramos aqui".

E saiu do apartamento sentindo-se mais mulher do que nunca.


Martha Medeiros

domingo, 25 de dezembro de 2011

Que você pense neste natal, que natal não é só mais um feriado, que é só uma época para gastar dinheiro, que é só uma época de viajar e ver parentes, que é só uma época de dar presentes e ganhar, que é só uma época para lembrar os bons costumes, ou lembrar de tratar bem as pessoas ou até que é um dia que nasceu um bebê de uma virgem, mas que é muito, muito mais que isso...
Lembre-se de que o natal é uma data comemorando o nascimento de um Salvador, o cumprimento de uma promessa muito antiga, uma nova esperança, a maior prova do tremendo amor de Deus por nós, trazendo o seu único filho ao mundo que mais tarde iria morrer para nos libertar do pecado...
Então nesse natal, comemore sim, dê presentes, visite amigos e parentes, faça tudo o que puder pelas pessoas, mas não esqueça que o maior e verdadeiro sentido do natal não é esse, pense nisso e tenha um FELIZ NATAL!!!

Grande abraço!!

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

O preço de cada escolha!




Todo mundo sabe que somos determinados por nossas escolhas, mas, a pergunta que não quer calar: Nós sabemos o preço de cada escolha que fazemos? Para cada escolha um preço será pago, algumas escolhas são simples e o preço a ser pago custa centavos, a gente faz no dia a dia e não sente falta no extrato no final do mês, mas, e as escolhas difíceis? Aquelas que sabemos que mudará algo? Aquelas que nos aceleram o coração, soam nossas mãos, que tem que ser feita rapidamente igual batata quente, aquelas que tiram o sono, amargam a boca? Escolhas estas que se refletirão por um tempo ou um longo tempo, será que pensamos em quanto "a escolha" nos custará? A realidade é que algumas escolhas são tão caras que as vezes levamos a vida inteira pagando por ela e ainda tem outras que a nossa vida toda não é sucifiente para pagar, ao deixarmos esse mundo deixamos de herança para entes queridos o valor restante a ser quitado.

Eu, sou péssima na administração do meus bens e após várias topadas reconheci que sozinha não iria muito longe, então tomei uma descisão que mudou toda a minha vida, pedi a Deus que me desse uma consultoria antes de cada escolha que ressalta minha incapacidade ou me gera insegurança, sempre, antes de bater o martelo, aguardo pacientemente por Sua resposta, e Ele, Criador e Conhecedor de todas as coisas sempre me responde no tempo oportuno, de lá pra cá meu coração finalmente conheceu e compreendeu o que é sentir paz, escolhas e descisões antes tão difíceis e pesadas ao ser entregue nas Mãos D'Ele se tornam tranquilas e leves, eu não me insento de minhas responsabilidades, apenas olho minhas limitações e como uma criança corro para os pés de quem sabe mais do que eu. Sinceramente? Odeio perder tempo e não quero desperdiça-lo pagando um preço absurdo por escolhas erradas, e então? Quanto você tem pago por suas escolhas? Pense nisso...

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

"Lugar Estranho"

Estou perdida em uma cidade cheia de pistas vazias e frias, realmente não sei onde estou, só agora me dei conta de que estou em um lugar estranho, como vim parar aqui? Eu não sei...a última coisa que me lembro e que resolvi sair de casa, não sei quantos rostos vi, não sei quantos esbarrões e tropeços eu sofri, o meu pensamento e objetivo era apenas um: chegar em algum lugar.

E eu cheguei, mas, esse não é o lugar onde eu queria estar, não era assim na minha cabeça quando decidi encontrá-lo, e agora estou nessa cidade cinza, andando sozinha, não posso voltar atrás e estou sem vontade de seguir em frente, a quantas horas estou andando em círculos? Tenho certeza que já passei por aqui, essa sensação desagradável já me abraçou antes.

E agora, não sei mais o que fazer, meu celular está sem sinal e quando entra algum os números que tento estão indisponíveis, caixa postal, mentiras, me disseram que não importaria onde ou como que me atenderiam, que me ajudariam... não adianta! É chato me dar conta disso quando já é tão tarde.

Onde é a saída? Onde começa ou termina? Preciso sair daqui, ninguém me responde, ninguém sabe, continuo caminhando, ouço apenas meus passos e minha respiração, não consigo ouvir meu coração, talvez ele tenha caído lá atrás quando aquele estranho me atropelou, idiota! Me derrubou e ainda levou o que me pertence...agora já era.

E eu só queria acertar, chegar ao meu lugar desejado sem problemas, não sei onde me perdi, meu corpo está frio, meus olhos ardem, estou exausta, esse não é o meu lugar, não é aqui que quero estar, devo tentar mais uma vez? Talvez, eu deva refazer o caminho, recuperar o que perdi e me lembrar de onde vim.