sexta-feira, 3 de agosto de 2012

"O abismo"


Você já esteve diante de um abismo? Se já sabe como dá medo ficar muito tempo parado lá, dá um frio na barriga, uma insegurança, você está no limite e sabe que um passo pode acabar com tudo, é uma sensação intensa e desafiadora. Muitos gostam dessa sensação e aceitam o desafio, a existência de alguns esportes a beira de lugares altos é a prova disso. O interessante é que o desafio diante de um abismo é igual para todos, o que muda de pessoa para pessoa é a maneira de encarar esse desafio,  como na foto acima, estar assim, na beirada tráz a tona toda sua fragilidade, incapacidade e força interior, somos posto a prova e a nossa reação e postura revela quem somos de verdade, diante do abismo, do desafio não existe máscaras e nem desculpas, é você e você.
E quando declaramos ter fé em Deus? Como nossa fé se manifesta diante do desafio do abismo? Como nossa fé se comporta quando nossa fragilidade, incapacidade e força interior são testados e pesados? Como nossa fé altera nosso comportamento? Como crer em algo ou alguém influencia em nossas atitudes e decisões? Eu estou respondendo esse questionário agora, estou diante do abismo e confesso que minha fé não esta destruindo o meu medo...
E então, agora que assumi o meu medo e sinto esse vento frio cortando minha pele, nesse lugar tão alto onde estou sozinha acompanhada apenas pelos ecos de minha voz, escuto uma voz suave que vem junto com esse vento, ela está dizendo: Aceite o desafio, não tenha medo, você confia em mim? Eu conheço essa voz e conheço muito bem, como poderia esquecer da voz do meu Senhor? Eu respondo: Estou com medo e Ele diz: Confia em mim! Eu repito: Pai estou com medo, se eu aceitar o desafio tudo se acabará! E Ele com uma voz ainda mais doce diz: Confia em mim! Aceite o desafio! Pule! Eu dou risadas nervosas e lágrimas escorrem pelo meu rosto, eu respondo: Pai eu te amo, sei que Tu me amas também, mas, estou medo, já prevejo o que me espera se eu pular! E Ele, agora sorrindo e com toda paciência repete: Confia em mim, Eu é que sei o que te espera, apenas pule!
E então, eu encho meus pulmões de ar, fecho os meus olhos e ... Pulo! Meu coração está muito acelerado, o medo esta devorando minhas entranhas, mas, eu acredito e confio, um Pai, quando desafia seu filho a se jogar é porque esta lá embaixo de braços abertos esperando para o segurar, e então eu dependo, não decido mais nada, não escolho mais nada, apenas espero o aconchego dos braços do meu Pai com um imenso sorriso no rosto e com o coração transbordando da mais doce paz...
Fui desafiada diante do abismo e todas as minhas defesas caíram, máscaras, argumentos, medo, dúvidas, todas essas coisas deixaram de existir dentro de mim, eu tinha que escolher, confiar ou recuar, ser corajosa ou covarde, ser mortal ou imortal, e engraçado, diante do abismo, a Kelly insegura e frágil deixou de existir e uma nova criatura nasceu, uma mulher que não anda pelo que vê, mas, anda por fé, que não olha para trás, mas, que com firmeza e convicção segue em frente, passo a passo rumo ao lugar onde Deus quer que eu esteja, Deus é íncrivel, somente Ele muda o nosso interior e nos faz nascer de novo. E você como se comporta diante do abismo? Aproveite o desafio e liberte-se, confie, Deus também está com você nesse lugar alto e isolado, o meu abismo agora é o quarto do hospital onde estou internada a 05 dias, a cada exame de sangue diário feito eu pulo, acredite, Ele está lá em embaixo te esperando para te dar o melhor e mais apertado dos abraços, nosso Pai tem braços fortes e firmes e sua mão sempre e para todo sempre está estendida para nós...

Nenhum comentário: